Política

Você está aqui: Página Inicial / Política / 2010 / 05 / 27 / Serra, Bolívia: a loucura tem lógica. É preconceito e entreguismo

Serra, Bolívia: a loucura tem lógica. É preconceito e entreguismo

Serra diz uma besteira por dia. A mais nova foi acusar - implicitamente - o presidente Evo Morales de fazer parte da quadrilha que exporta cocaína para o Brasil.
publicado 27/05/2010

 

 



lógica na sua loucura" (Shakespeare, Hamlet, Ato 2o, cena 2).

Serra diz uma besteira por dia.

Ele é um jênio.

A desta quarta-feira foi acusar - implicitamente - o presidente Evo Morales de fazer parte da quadrilha que exporta cocaína para o Brasil.

Clique aqui para ler: “Depois da Argentina, o Serra quer agora invadir a Bolívia”

Ele já tinha dito que o Mercosul é uma fraude e, ao corrigir, fez-se pior que o soneto: disse que ia “flexibilizar” a fraude. Clique aqui para ler!

Serra já tinha dito outras barbaridades do mesmo corte preconceituoso: os “migrantes” são os responsáveis pelos baixos índices de aproveitamento das escolas públicas paulistas.

Na Móoca, ele conseguia se relacionar “normalmente” com os nordestinos.

A lógica da “loucura” de Hamlet é o preconceito.

É atribuir à Bolívia o consumo de cocaína em São Paulo.

O inferno são os outros.

Como os americanos.

Que não coíbem o consumo de cocaína em Nova York e põem a culpa na Colômbia.

O problema está em São Paulo – o consumidor -  e, não, na Bolívia.

Ou São Paulo não consome cocaína  ?

Só o Rio consome...

E quem disse que 90% da cocaína vendida no Brasil vem da Bolívia ?

Onde ele arrumou esse número ?

Isso é chute.

E como atribuir a culpa “às autoridades” bolivianas, ou seja, a Evo Morales.

Ou ele não distingue os produtores de coca do Altiplano da Bolívia – que Morales representa - dos traficantes de São Paulo ?

É tudo a mesma coisa ?

(Não se esquecer do que disse o especialista na matéria, o colombiano Abadia: a melhor maneira de combater o narcotráfico em São Paulo é fechar a delegacia do Serra que combate o narcotráfico, o Denarc.)

Não, isso tudo não é uma besteira qualquer.

Nem uma loucura.

Isso tudo tem lógica.

É o preconceito.


Contra os bolivianos.

(Que contribuem, como trabalhadores, para a riqueza de São Paulo.)

Contra os argentinos.

Contra os nordestinos, os “migrantes”.

Isso não é uma besteira.

Isso é um preconceito em busca de votos – colher na horta da extrema direita.

É a carta que Sarkozy jogou na França e que o movimento Tea Party joga nos Estados Unidos.

Não tem nada de loucura.

É outro departamento e outra enfermaria.

(Ou artigo do Código Penal.)

Em tempo: acabo de ouvir na CBN, a rádio que troca a notícia, uma entrevista com uma senhora que usava a língua espanhola. Deu a entender que, de fato, o presidente Morales é “cúmplice”. Ela, porém, deu uma informação fundamental: Morales expulsou da Bolívia, há dois anos, a DEA (Drug Enforcement Agency) americana. Êpa, êpa, aí tem coisa. O Serra não prega prego sem estopa. A declaração “louca” tem outra face, lógica: o reles entreguismo. Levar a DEA de volta à Bolívia.


Paulo Henrique Amorim