Você está aqui: Página Inicial / Lojinha

O novo livro de Paulo Henrique Amorim, MANUAL INÚTIL DA TELEVISÃO E OUTROS BICHOS CURIOSOS, já está disponível para pré-venda!

O livro reúne diversas histórias que construiu durante sua carreira como repórter televisivo junto a todo o tipo de figuras midiáticas. São episódios junto a personagens como Tom Jobim, Lula, Pelé, Madonna, Roberto Marinho, Marilyn Monroe, Princesa Diana, Fidel Castro, Cid Moreira, entre outros.

O lançamento oficial do livro acontece no próximo dia 22 de novembro, às 19h, na Livraria Saraiva do Shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo. Compareça!

Disponível para venda!



Clique aqui para adquirir a versão impressa:
Clique para adquirir a versão digital (e-book):
Paulo Henrique Amorim, um dos mais influentes jornalistas brasileiros da atualidade, reúne neste livro meio século de atividade profissional com aquilo que as notícias nunca deram: os bastidores do jornalismo e do poder.

O QUARTO PODER - UMA OUTRA HISTÓRIA aborda a história pouco conhecida dos meios de comunicação no Brasil, desde o período Vargas, passando pela criação e apogeu dos grandes monopólios, durante a ditadura militar, até a redemocratização e o período atual. O livro também mostra os bastidores de grandes momentos da nossa política, através de encontros reveladores com os principais nomes da mídia e do poder.

PHA é dono de uma memória, de um estilo e de um cabedal de informações de bastidores que, juntos, fazem de O QUARTO PODER - UMA OUTRA HISTÓRIA um livro, ao mesmo tempo, muito sério e nada sisudo. A história recente do país e da imprensa brasileira jamais serão as mesmas.


Mino Carta, um dos maiores jornalistas brasileiros, apresenta seu novo romance A VIDA DE MAT. Personagem de fundo autobiográfico, Mat transita em dois ambientes: a Itália de sua juventude e um Brasil desfigurado pela ditadura.

Como dito por Paulo Henrique Amorim no texto de orelha do livro, "romancista, pintor à la Bacon, tenista (há melhores), exímio chef de cuisine, imbatível jogador de poker, cantor de talento raramente reconhecido, arguto comentarista de futebol e o maior jornalista do Brasil": Mino Carta não poderia ser uma figura menos prestigiada, crucial ou instigante. E seu romance faz jus a todos os méritos atribuídos ao autor, em um misto de belas experiências estilísticas, realidade e ficção.

A VIDA DE MAT - À venda na Saraiva


Há uma nova modalidade de ataque à democracia. Ela é mais sutil. Sem canhões, sem prisões, sem fechamento de veículos de comunicação, sem cassações de deputados, sem tiros, sem violência explícita, sem juízes sendo afastados de suas funções. É um novo tipo de ruptura democrática, mas é um golpe.

GOLPE 16 – O LIVRO DA BLOGOSFERA EM DEFESA DA DEMOCRACIA é o trabalho de quem faz a luta pela democratização da informação e que não se rendeu ao pensamento único. Mostra um lado da história escondido pela mídia tradicional, com artigos que buscam abordar os diversos aspectos da construção de um atentado à democracia, quem são seus articuladores e suas principais vítimas.

Organizado por Renato Rovai, a obra traz textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Além dos artigos analíticos, o livro traz uma entrevista com Dilma Rousseff. O prefácio é assinado pelo ex-presidente Lula.

A PRIVATARIA TUCANA nos traz, de maneira chocante, a dura realidade dos bastidores da política e do empresariado brasileiro, em conluio para roubar dinheiro público. Faz uma denúncia vigorosa do que foi a chamada Era das Privatizações, instaurada pelo governo de Fernando Henrique Cardoso e por alguns de seus ministros e altos funcionários. Nomes imprevistos, até agora blindados pela aura da honestidade, surgirão manchados pela imprevista descoberta de seus malfeitos.

O autor, famoso jornalista investigativo, que trabalhou em vários grandes jornais e revistas, faz um trabalho investigativo que começa de maneira assustadora, quando leva um tiro ao fazer reportagem sobre o narcotráfico e assassinato de adolescentes, na periferia de Brasília. Depois do trauma sofrido, refugia-se em Minas e começa a investigar uma rede de espionagem que tinha o objetivo de desacreditar um possível candidato do PSDB, o ex-governador mineiro Aécio Neves.


No livro-reportagem O PRÍNCIPE DA PRIVATARIA, o jornalista Palmério Dória conta a história secreta de como o Brasil perdeu seu patrimônio e Fernando Henrique Cardoso ganhou a sua reeleição.

A reportagem retrata os dois mandatos de FHC, que vão de 1995 a 2002, as polêmicas e contraditórias privatizações do governo do PSDB e revela, com profundidade de apuração, quais foram os trâmites para a compra da reeleição, quem foi o “Senhor X” – a misteriosa fonte que gravou deputados confessando venda de votos para reeleição – e quem foram os verdadeiros amigos do presidente, o papel da imprensa em relação ao governo tucano, e a ligação do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) com a CIA.