Política

Você está aqui: Página Inicial / Política / Renan: o grande vencedor. Dilma: a grande perdedora

Renan: o grande vencedor. Dilma: a grande perdedora

Dilma não disputou um voto!
publicado 23/02/2016
serra_phixr.jpg

O Senado se cobriu de vergonha e deu o tiro que faltava ao peito de Vargas: aprovou o regime de urgência urgentíssima para a votação do projeto entreguista do Cerra.

Faltou um voto ao projeto do Requião, que retirava a urgência.

Quem venceu ?

O Cerra, naturalmente.

Mas, ele tenta vender o pré-sal à Chevron há muito tempo.

O grande vencedor é o Renan, que operou e atropelou o regimento interno, pulou etapas e processos e cumpriu o que prometeu na abertura do Ano Legislativo: ele avisou que ia entregar o Brasil à Chevron !

E entregou.

Como disse o Requião, o Renan encheu os gabinetes dos senadores de lobistas das empresas internacionais.

Essas que vão herdar a Petrobras, que será vendida pelo mesmo preço que  o Cerra e o Fernando Henrique venderam a Vale … a preço de banana !

Esses são os vencedores !

O maior perdedor é o Governo Dilma.

A Dilma que ajudou a desenhar o regime de partilha e politica de conteúdo nacional.

Ela mesma.

Na Presidência, ela se limitou a uma nota no FaceBook para dizer que era contra a queda do regime de partilha.

Dilma e seu governo não foram a campo !

Ficaram presos no vestiário com medo de um panelaço !

Não disputaram UM voto !

UM VOTO !

Dilma e seus (sic) Ministros poderiam ter conseguido um voto, um único voto de um senador vacilante e de sua (sic) base !

E agora, com a derrota nessa fatídica Terça-Feira Negra, se desenha uma maioria no Congresso para destruir a Petrobras.

A Petrobras será desmontada, desnacionalizada, descaracterizada no Governo Dilma !

Esse será o resultado da engenhosa operação Golpista que começou na Lava Jato, com o deliberado enfraquecimento econômico da Petrobras, enquanto um suposto Ministro da Justiça defendia o Direito !

O Direito de o Moro governar o Brasil !

Horror !, me disse o senador Requião, ao fim da votação.

Uma vergonha !, disse.

Se esse quadro politico não se reverter, o Governo Dilma só não cairá porque a Oposição é muito incompetente !

Com Gilmar e tudo !

Porque, na votação de hoje, quem a derrotou não foi a Oposição.

A Oposição está onde sempre esteve: no colo da Chevron.

Quem a derrotou foi a sua “base”!

O seu Renan !

Em tempo: breve observação. Com esse notável desempenho, Renan ganha a carta de alforria da Lava Jato e de instâncias mais acima … Será necessário para entregas posteriores. E, portanto, torna-se, também, inimputável !

Paulo Henrique Amorim


Antes, o C Af havia publicado:

 

Renan e Cerra vencem. Pré-sal é da Chevron!

Governo Dilma perde a batalha mais importante!


O Senado Federal manteve, nesta terça-feira (23), a urgência para votar o projeto que altera o marco regulatório do pré-sal. A votação foi marcada para quarta-feira (24), a partir das 14h.

Mais cedo, o plenário da Casa rejeitou um pedido apresentado pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR) para desacelerar o projeto do senador José Serra (PSDB-SP) que desobriga a Petrobras de ser a operadora única na exploração da camada do pré-sal.

O pedido de Requião tinha apoio de 49 dos 81 senadores. O objetivo era retirar o projeto do plenário e remetê-lo para tramitar nas comissões permanentes.

"Espanca a lógica que um projeto mantenha o caráter de urgência ad eternum", declarou Requião na sessão.

Renan recusou o pedido monocraticamente e, depois, Requião recorreu para que o plenário decidisse. Porém, o requerimento foi rejeitado pelo plenário.

De olho no Moro