Política

Você está aqui: Página Inicial / Política / Lula: Previdência tem que se adaptar à longevidade

Lula: Previdência tem que se adaptar à longevidade

"O PT deve muito a José Dirceu"
publicado 20/01/2016
lula com blogueiros

"A Dilma é mais de Esquerda do que eu!"

Em conversa com blogueiros, no Instituto Lula, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nesta quarta-feira (20) a reforma da Previdência. Para Lula, é necessário discutir o tema com a sociedade. "A Previdência, de vez em quando, deve ser reformada. Quando a lei foi criada, se morria com 50 anos. Hoje, a expectativa de vida é de 75 anos", declarou o ex-presidente.

No encontro, Lula analisou a participação do PT na política e destacou a importância de seus líderes históricos. "O PT deve muito a José Dirceu. Ele foi um grande presidente do PT. O José Genoino foi um grande presidente", disse.

“O Dirceu está fazendo o que lá? Ele já estava preso. O Vaccari está preso sem ter sido condenado”, disse.

Depois, convocou a militância para continuar as mudanças no Brasil. "Uni-vos, petistas, em torno da causa nobre da democracia e da inclusão social".

Lula elogiou a presidenta Dilma Rousseff – “ela é mais de esquerda do que eu” - e reforçou o compromisso do Governo com os mais pobres. “Eu hoje sou mais de esquerda do que era. Eu sou pragmático e realista. Eu sou cara de esquerda, mas precisava conquistar a governabilidade. E eu tenho lado: vou governar para os mais fracos", ponderou.

“Eu me dizia: eu não vou repetir o fracasso do (Lech) Walessa. Ele foi eleito pelo Papa e na reeleição teve menos de 1%.”

O ex-presidente disse estar tranquilo quanto à perseguição do PiG  e da Lava Jato. "Se tem uma coisa de que me orgulho é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu. A apuração de corrupção é um bem desse país", falou Lula, que complementou: "Não existe nenhuma ação penal contra mim. O próprio (Sérgio) Moro já disse que não sou investigado."

Ainda sobre a Lava Jato, Lula questionou os métodos e as consequências das investigações para a economia. "Se tem corrupção, apura de um lado. Mas o investimento tem que continuar. Quanto custa a Lava Jato para esse país? Acho que alguns bilhões", apontou.

O papel da imprensa também foi alvo de comentário do ex-presidente. Para Lula, o único caminho para corrigir os erros da mídia é através da Justiça. "A imprensa tem lado. A única coisa que não admito é mentira na informação. E eu, daqui pra frente, vou processar todo mundo. Para ver se a gente consegue colocar um pouco de ordem na casa", indicou.

Abaixo, outras frases importantes de Lula no encontro com os blogueiros:

"Sempre tive um tratamento diferenciado [da imprensa] no Brasil, desde que fui dirigente sindical. Nunca fui bem tratado, sempre fui tratado com certo desdém [pela imprensa]"

"Já ouvi que delação premiada tem que ter o nome do Lula, senão não adianta"

"Duvido que tenha um promotor, delegado, empresário que tenha a coragem de afirmar que eu me envolvi em algo ilícito"

"Essa criminalização faz com que uma pessoa que é patrimônio cultural do país, como Chico Buarque, seja agredido em um bar"

"Com orgulho, passei a ser um dos conferencistas mais bem-pagos do mundo porque fui o presidente que mais tirou pessoas da pobreza."

"O governo criou todas as condições para que nada fosse jogado embaixo do tapete nesse país."

"Se tem uma coisa de que me orgulho é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu. A apuração de corrupção é um bem desse país."

"Os democratas não podem se conformar com essa tentativa de golpe explícito que querem dar quando falam do impeachment da Dilma."

"Estou convencido que o Haddad será reeleito prefeito de São Paulo"

"Estou convencido que o Brasil vai melhorar, vai voltar a crescer..."

"A presidenta Dilma tem que ter como obsessão a retomada do crescimento, a geração de emprego."

"O Tribunal de Contas não pode esperar 2 anos para decidir sobre a política de portos. Não é o Tribunal de Contas que governa."

"O jovem quer trabalhar. O emprego tem que ser uma obsessão para nós. E, ao mesmo tempo, não deixar a inflação avançar."

"Precisamos investir na inovação para que o país possa importar conhecimento e tecnologia."

"A imprensa tem lado. A única coisa que não admito é mentira na informação"

"Comecei a processar jornalistas para recuperar a dignidade da profissão. Quando processava jornais, eles culpavam os jornalistas".

"Daqui pra frente vou processar todo mundo. Para ver se a gente consegue colocar um pouco de ordem na casa"

"Antes o jornal tinha dono, você ligava e falava com o dono. Hoje você tem preposto"

"Eu vou me defender fazendo isso [processando]. Eu só tenho duas coisas para me defender: isso e a minha língua".

"Soube ontem que um lutador disse que meu filho tem um iate de 80 pés! Como um sujeito tem a desfaçatez de mentir?"

"Essa história da fotografia dos presos [na capa da Veja] é um atentado"

"O que fazem com meu filho é uma violência. Como um cidadão tem a desfaçatez de mentir?"

"Um homem sério e uma mulher séria nesse País não podem admitir a execração de pessoas"

"Tem um problema no Brasil que não é só da Dilma, é de todos nós. É preciso deixar o ódio debaixo do tapete"

"A Dilma tem que passar pra história glorificando o fato de ser a primeira presidente a governar esse país"

"Tem que ter obsessão pela geração de emprego, porque não tem nada mais gratificante do que sustentar sua família com a dignidade do emprego"

"Poucas vezes na história esse país teve alguém da dignidade da Dilma"

"A Dilma tem que fazer a pauta desse país, toda semana criar um fato político."

"Não vou permitir que ninguém destrua o projeto de inclusão social. É isso que incomoda"

"Graças a Deus a gente tem uma imprensa alternativa, que dá esperança de que a gente possa fazer um enfrentamento."

"Eles criaram o Instituto Millenium e não somos capazes de conversar 30 minutos para criar unidade de informação a nível nacional."

"O jeito de consertar a economia, na minha opinião, é fazer a economia crescer."

"A gente tem que fazer um esforço muito grande a acreditar no potencial do nosso mercado interno."

"Vocês repararam que Dilma deu reajuste no salário mínimo, para os aposentados e para os professores e ninguém falou nada?"

"O que eu posso fazer como companheiro da Dilma? Dar palpite."

"A passeata do 16 de dezembro mostrou para Dilma: nós temos lado e estamos ao seu lado."

Sobre a lei antiterrotismo: "É uma loucura tentar fazer uma lei por conta dos black blocks. Sou contra."

"Se cada coisa que o governo quiser fazer o TCU demorar dois anos para aprovar, não vamos fazer uma obra."

"Se eu fosse Dilma, chamava a China e firmava um pacto tendo como garantia o petróleo. Eles precisam; nós temos. Uma crise permite que você faça tudo o que não faz em tempo de normalidade. A Dilma vai ser ousada daqui para a frente"

"Ficar parada ouvindo a quantidade de bordoada sobre Dilma e o governo dela. Só temos 3 anos e dá para fazer muitas coisa"

"Se tem corrupção, apura de um lado. Mas o investimento tem que continuar. Quanto custa a Lava Jato para esse país? Acho que alguns bilhões"

"O que nós precisamos é conversar mais com a sociedade."

"O governo tem que dar o sinal de que vai fazer o país crescer custe o que custar. O investimento em infraestrutura é o melhor jeito de fazer isso [a economia crescer]."

"Temos que discutir a saída da crise. Só a economia não resolve, tem que discutir política."

"Que há má vontade de alguns setores da imprensa com o governo da Dilma, há."

"Se quiser salvar esse País, temos que colocar os pobres em cena outra vez. Pensar em como financiá-los para que voltem a comprar"

"Nas pesquisas, embora o PT tenha caído de prestígio, nenhum [outro partido] ganhou. As pessoas estão esperando um gesto do PT."

"Ser candidato ou não vai depender do que estiver acontecendo em 2018. É importante que a gente não discuta candidato agora, que comece a discutir o fortalecimento do projeto. Se eu estiver com saúde e perceber que sou o único que pode

evitar que as conquistas do povo sejam tiradas, entrarei no jogo."

"O legado que construí deve muito aos movimentos sociais. É o pessoal mais extraordinário."

"Não existe nenhuma ação penal contra mim. O próprio (Sérgio) Moro já disse que não sou investigado."

"Quem quiser bater panela, que bata! Aí é bom porque vão vender mais panela e a fábrica vai fabricar mais!"

"O PT nasceu pra mudar a lógica da política dos partidos tradicionais, não podemos ser como outros partidos.O PT tem feito autocrítica que, apesar do processo de criminalização, o PT errou".

"O PT são milhões de pessoas por esse país. Eu quero os mesmos compromissos e a mesma prática que tínhamos antes".

"Acho importante a aprovação do fim do financiamento empresarial. Assim, vamos voltar a normalidade".

"Eu gosto de uma briga, de defender as coisas em que acredito."

"O PT vai ressurgir das cinzas muito mais forte. Eu vou tratar de motivar esse povo outra vez."

"Uni-vos, petistas, em torno da causa nobre da democracia e da inclusão social. "

"Não dá pra permitir que a direita faça o discurso fascista que está fazendo e ficarmos quietos"

"A Dilma é muito esquerda do que eu! Eu sou pragmático e realista. Eu sou cara de esquerda, mas precisava conquistar a governabilidade. E eu tenho lado: vou governar para os mais fracos. Mas governei para todos"

"Hoje sou mais de esquerda do que era"

"Quatrocentões não aceitam nem os novos ricos."

"Nós, do andar de baixo, somos muito mais respeitosos, somos muito menos preconceituosos."

"É visível a bronca contra aumento de empregada doméstica. Aluno que entrou pelo ProUni sofria preconceito."

"A primeira universidade do Brasil foi em 1922: a elite nunca se interessou em que o pobre estudasse."

"Estamos chegando a oito milhões de universitários."

"Nós provamos que é possível avançar no campo educacional. O Brasil aprendeu a investir em educação."

"O Brasil aprendeu a fazer investimento em educação: quando cheguei na presidência o orçamento do MEC era R$20 bilhões. Quando saí era R$100 bilhões."

"Não vou esperar a morte em casa: nunca gostei de feriado prolongado."

"Posso desistir de ser candidato, mas jamais vou desistir da Política."

"A defesa da Dilma é a defesa de um projeto que garanta a eles a certeza que a inclusão social vai continuar nesse país"

"Dilma tem que sair [do governo] como orgulho do povo brasileiro, sobretudo das mulheres brasileiras"

"Sou esse cara muito otimista. Temos compromissos com esse país e com a juventude".

"A Dilma tem que saber que tem muita gente do lado dela!"

"Temos que ir para a rua, enfrentar o debate. Fazer como o Chico Buarque."

"Tenho que me preocupar com as pessoas que precisam mais nesse país. Desistir, jamais. Perseverar, sempre."