Política

Você está aqui: Página Inicial / Política / Janot, o pai do Golpe contra Lula

Janot, o pai do Golpe contra Lula

Foi Janot quem mandou o detrito mal cheiroso ao Moro​
publicado 29/03/2016
Comments
Andrey Vyschinsky

Andrey Vyschinsky, procurador-geral da União Soviética, chefe dos processos de Moscou. Mas pode me chamar de Janot.

Amigo navegante leu o post Janot, meio covarde, meio valente, impotente e, indignado, enviou o seguinte recado, com esclarecimento fundamental:

- Não surpreende que o Janot tenha criado uma Lei de Exceção: um foro privilegiado que vale para todos os brasileiros, menos para aqueles que se chamem Luis Inácio Lula da Silva.

- É de uma desfaçatez que... só no Brasil…

- Merecia ser destituído depois de amanhã!

- O Janot é o verdadeiro germen da perseguição ao Lula. Não é o Moro. Quem deu a partida ao furioso ataque do Moro ao Lula foi o Janot.

- Um obscuro deputado do PSDB do Acre enviou a reportagem fraudulenta do detrito sólido de maré baixa sobre o sitio do Jacó Bittar, em Atibaia, ao Ministério Tucano Público de São Paulo.

Caiu com um Promotor que não era o Conserino, de triste memória.

O MP-SP se recusou a receber a falsa denúncia e encaminhou ao Ministério Público do Distrito Federal.

Que se recusou a receber a denúncia.

Em ambas as instâncias, se considerou que não havia provas.

Mas, o MP-DF encaminhou a fraude sólida e mal cheirosa ao sóbrio Janot.

E foi o sóbrio Janot quem enviou o detrito de maré baixa ao Moro, que o acolheu, carinhosamente.

Foi assim que tudo começou: com uma fraude consentida!

Agora, achar a Paula Marinho afogada na praia de Paraty, como mostrou o Azenha, isso não vem ao caso.

Não é, Dr Moro?

Não é, sóbrio Dr Janot?