PIG

Você está aqui: Página Inicial / PIG / Globo não deixa Martinho homenagear Arraes

Globo não deixa Martinho homenagear Arraes

Martinho desafiou a Casa Grande
publicado 10/02/2016
Comments
arraes_phixr.jpg

Arraes penetra no salão da Casa Grande

Enquanto nos Estados Unidos muita gente está perplexa com a coragem de Beyoncé, que, no intervalo do Super Bowl, cantou uma música inédita, Formation, em homenagem a Malcolm X e Martin Luther King Jr, aqui ninguém percebeu que o genial Martinho da Vila, um personagem político muito mais complexo e sofisticado que o PiG imagina, levou sua escola a homenagear o grande brasileiro Miguel Arraes.

Cujo patrimônio político quase ia sendo dilapidado ...

Martinho desafiou a Casa Grande, como Beyoncé, no salão da Casa Grande, e a Casa Grande não quis que a homenagem chegasse ao fim.

A partir do Blog do Renato:

Fátima Bernardes acha estranho Globo ocultar homenagem a Miguel Arraes

A Globo anunciou que neste ano não exibiria o começo do desfile do Grupo Especial do Carnaval do Rio para não interferir em sua grade. No entanto, quando a programação entrou no ar nesta segunda-feira (8) às 22h45, uma das favoritas, a Vila Isabel, que homenageia Miguel Arraes, ainda estava na avenida. Em áudio vazado ouve-se Fátima Bernardes, que apresentava o desfile, contestando a decisão de não comentar a apresentação: “nossa, se o compacto ficar sem esse final vai ficar muito estranho.”

Quando começou a transmissão faltavam duas alegorias da Vila Isabel e o público empolgado levava a apresentação da escola a seu ponto mais alto da noite. O colega de Fátima, Luis Roberto, perguntou à equipe de produção: “Isso não vai ser narrado pra Globo? Pro compacto?” A resposta não é ouvida, mas possivelmente foi “não” já que Fátima observa: “Nossa, se o compacto ficar sem esse final vai ficar muito estranho.” O final do desfile da escola foi um dos mais emocionantes da festa carioca. O público entoava o samba enrendo na ponta da língua enquanto os compositores da obra se emocionavam. Porém, por mais “estranho” que seja, a Globo preferiu não mostrar a homenagem ao pernambucano Miguel Arraes.

Apesar da Globo, Vila Isabel terminou o desfile sob aplausos e gritos de “é campeã”. O samba-enredo em homenagem ao centenário de Miguel Arraes levantou os ocupantes da avenida, que acompanhavam o desempenho da escola. Faltando dois setores para o fim da pista de desfile, o intérprete do samba-enredo da Vila Isabel parou de cantar e pediu para o público entoar o samba, e a reposta veio de imediato, com um canto forte.

O compositor Martinho da Vila, que além de ter proposto o enredo é um dos autores do samba, acompanhou emocionado a chegada das alas e das alegorias na dispersão da escola. “É uma emoção muito grande. Dá uma sensação de missão cumprida. Foi uma beleza”, disse.

Bira do Banjo, que há 20 anos pertence à ala de compositores da Vila Isabel, não aguentou e caiu em prantos no fim do desfile “Eu sou nascido na Vila Isabel. A gente passa por uma série de problemas e a Vila está aí, e quem é sabe! Então, ver a escola passar assim é empolgante. Como compositor eu tenho uma história, e quando você vê os amigos, todo mundo unido, desculpe, a gente chora”, contou.

Começa com a denuncia do genocídio do Katrina