Economia

Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2013 / 08 / 01 / Bomba ! A mansão do filho do Lula !

Bomba ! A mansão do filho do Lula !

Se o filho do Lula fosse sócio da filha do Cerra, aí, sim, seria um dos homens mais ricos do mundo!
publicado 01/08/2013

 

O Conversa Afiada não tem como desmentir a informação corrente nas “redes sociais” tucânicas de que o filho do Lula é o verdadeiro dono da Friboi, a maior produtora da proteína animal do mundo.


O Conversa Afiada também não tem como provar que o filho do Lula não seja dono de dezenas de Ferraris, inclusive de uma que se esborrachou na Avenida Pacaembu, em São Paulo.

O Conversa Afiada confessa a dificuldade para desmentir que o filho do Lula possua um jatinho como o de um dos filhos do Roberto Marinho.

A prova definitiva da fortuna onássica do filho do Lula seria a comprovação de que ele se tornou sócio da filha do Cerra.

Se isso se confirmasse, aí, sim, o Conversa Afiada teria certeza absoluta e que o filho do Lula ficou biliardário.

Imagine, ser sócio da filha do Cerra !

Era o sonho do Jorge Paulo Lehmann, um dos homens mais ricos do mundo, e ele, finalmente, realizou a façanha, concretizada numa empresa de sorvetes !

Apesar de toda essa fragilidade investigativa, o Conversa Afiada de uma coisa tem absoluta certeza.

O filho do Lula não é dono de uma mansão, instalada no centro de um jardim de Versailles.

Disso, o Conversa Afiada tem certeza: essa mansão corrente nas “redes sociais” tucânicas não é do filho do Lula.

E por que não é ?

Porque se trata do edifício central da Esalq, a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, em Piracicaba.

As “redes sociais” tucânicas, uma vez chamadas de Brucutus do Cerra, na revista Carta Capital, poderiam ser mais diligentes.

Que, pelo menos, atribuíssem ao filho do Lula a propriedade da casa da filha do Cerra.

Clique aqui para ler "Filha do Cerra passou de investigada a averiguada".


Paulo Henrique Amorim