Brasil

Você está aqui: Página Inicial / Brasil / 2010 / 12 / 06 / Torcedor foge do brasileirinho da Globo

Torcedor foge do brasileirinho da Globo

Manchete do jornal Brasil Econômico: “Campeonato Brasileiro termina com queda de arrecadação e de público”.
publicado 06/12/2010


“Campeonato Brasileiro termina com queda de arrecadação e de público”.

É manchete de capa do jornal Brasil Econômico.

A média de torcedores por partida caiu 17%.

A arrecadação caiu 13% num ano.

Navalha

São números para demitir o chefe do Departamento de Eventos e Esportes da Globo.

Quedas desse tamanho, em um ano, seria demissão na certa – no caso de um empreendimento capitalista.

Só que o brasileirinho da Globo não é nem empreendimento nem capitalista.

É outro bicho.

Ele é apenas um dos elementos da grade de programação da Globo.

Entra na grade depois da novela das oito.

Ou seja, o trabalhador que vai ao estádio não acorda para ir ao trabalho no dia seguinte.

Só no Brasil um jogo de futebol no meio da semana começa às 22 horas.

Dá nisso: queda de público e de grana.

E o futebol ?

Com a honrosa exceção do glorioso Fluminense, pratica-se no brasileirinho da Globo um futebol de quinta.

A segunda divisão do campeonato inglês, italiano, espanhol ou alemão tem mais futebol.

O brasileirinho faz sucesso na Globo e com seus 1001 comentaristas de tabela.

Não se salva um.

 



Em tempo: a homenagem que Muricy prestou ao Telê na celebração da vitória dá uma idéia do estofo moral de que Muricy se compõe – o mesmo do Fio da Esperança.

Clique aqui para votar na trepidante enquete “por que a Globo torce tanto pelo Corinthians, o terceiro colocado ?”

Em tempo 2: que com este brasileirinho se conclua a deprimente série de exibições de Ronaldo, dito o Fenômeno. Só no Brasil um jogador com aquela pança é capaz de jogar na primeira divisão. A Globo é capaz de tudo !


Paulo Henrique Amorim