Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Publicado em 25/11/2010

O “caosaéreo” que ia derrubar o Lula

Esse foi um dos momentos mais sórdidos da ininterrupta tentativa golpista do PiG

 

Pseudo-ciência do PiG (*)

 

Na histórica entrevista que concedeu aos blogueiros sujos – clique aqui para ler: “Lula e a bolinha de papel” – o presidente Lula confidenciou que o momento mais dramático de seu Governo foi o desastre da TAM em Congonhas e a tentativa do PiG (*) de por a culpa nele.

Clique aqui para ler no blog Amigos do Presidente Lula sobre como Lula viveu a tragédia da TAM e a tentativa de deposição.

Esse foi um dos momentos mais sórdidos da ininterrupta tentativa golpista do PiG (*).

Aí se notabilizaram a TV Globo e seus colonistas (**) e repórteres.

Este ordinário blogueiro jamais se esquecerá dos depoimentos dramáticos da urubóloga Miriam Leitão soterrada pelo “caosaéreo” dos aeroportos brasileiros.

Este ordinário blogueiro considera uma peça inigualável, inscrita na antologia da mídia golpista latino-americana, uma reportagem pseudo-científica do jornal nacional.

Era a demonstração matemática de que bastava uma quedinha d’água que provocasse uma poça da altura da moeda de um Real para o aeroporto construído pelo presidente Lula matar os passageiros da TAM.

O autor, Rodrigo Bocardi, mereceu de Ali Kamel o prêmio de ser correspondente em Nova York.

O Conversa Afiada reproduz a seguir um texto que publicou sobre a ligação genética entre a Globo, o Serra, o “caosaéreo” e Golpe.

Serra produz reportagem do JN

As ligações “carnais”, como diria o Menem, entre o presidente eleito José Serra e a “praça” de São Paulo da Rede Globo permitem deduzir que a reportagem de Rodrigo Bocardi no Jornal Nacional desta terça-feira, dia 24, foi pautada pelo presidente eleito.

Bocardi, desde o episódio da foto do dinheiro do delegado Bruno, tornou-se repórter do Jornal Nacional, uma espécie de “homem certo, no lugar certo”…

Os serviços que Bocardi, então, prestou ao Cardeal Ratzinger da Globo, Ali Kamel, lhe renderam essa promoção.

Nesta terça-feira, Bocardi voltou a território já antes explorado, inclusive aqui no Conversa Afiada. E que começou no blog de Fernando Rodrigues, no Uol.

O IPT, de José Serra, analisou a pedido do Governo Federal o asfalto da pista principal de Congonhas, DEPOIS DA OBRA.

E considerou que o asfalto é tão bom que está acima de padrões internacionais.

Depois deste vazamento, que deve ter provocado uma fúria de vilão de filme de horror no presidente eleito, o IPT apresentou “um segundo laudo”, através de um editorialista do Estadão (logo do Estadão ?).

O “segundo laudo” dizia que não dizia.

Dizia que o asfalto é ótimo, mas o banheiro exala um odor insuportável. O café servido no embarque, em frente ao finger três é aguado…

A reportagem de Bocardi vai pelo mesmo caminho: o asfalto é ótimo, mas o bebedouro não tem água …

Bocardi, sempre no lugar certo e na hora certa, dá um destaque especial à investigação (?) da Polícia Civil de São Paulo.

Pergunta-se – será que a Polícia Civil tem alguma dúvida de que o mordomo é o criminoso ?

A Polícia Civil de São Paulo tem uma reputação exemplar: das 93 delegacias de São Paulo, 84 recebiam mesada dos donos de bingos …

O que leva à conclusão de que o presidente eleito – com essa Polícia imaculada – resolveu montar uma investigação paralela – Serra-Rede Globo: eu e você, tudo a ver …

Uma espécie de “Republica do Galeão” – aquela celebre “investigação” liderada por Carlos Lacerda e o Brigadeiro Delio Jardim de Mattos para depor Vargas. (*)

A mesma investigação (?) da Polícia de Serra aparece com destaque na capa do UOL – outra sub-seção do Departamento de Imprensa e Propaganda de Serra (clique aqui).

A “República de Congonhas” – sempre um aeroporto … – pode dar com os burros n’água, porém.

Alguém já disse que a história se repete, frequentemente, como uma farsa…“

 

Republica também entrevista aguda da filósofa Marilena Chauí sobre o “caosaéreo”, o Pig (*) e a deposição de Lula.

A INVENÇÃO DA CRISE

POR MARILENA CHAUÍ

Era o fim da tarde. Estava num hotel-fazenda com meus netos e resolvemos ver jogos do PAN-2007. Liguei a televisão e “caí” num canal que exibia um incêndio de imensas proporções enquanto a voz de um locutor dizia: “o governo matou 200 pessoas!”. Fiquei estarrecida e minha primeira reação foi típica de sul-americana dos anos 1960: “Meu Deus! É como o La Moneda e Allende! Lula deve estar cercado no Palácio do Planalto, há um golpe de Estado e já houve 200 mortes! Que vamos fazer?”. Mas enquanto meu pensamento tomava essa direção, a imagem na tela mudou. Apareceu um locutor que bradava: “Mais um crime do apagão aéreo! O avião da TAM não tinha condições para pousar em Congonhas porque a pista não está pronta e porque não há espaço para manobra! Mais um crime do governo!”. Só então compreendi que se tratava de um acidente aéreo e que o locutor responsabilizava o governo pelo acontecimento.

1) Que papel desempenhou a mídia brasileira – especialmente a televisão – na “crise aérea”?

Meu relato já lhe dá uma idéia do que penso. O que mais impressiona é a velocidade com que a mídia determinou as causas do acidente, apontou responsáveis e definiu soluções urgentes e drásticas!


Fiquei ainda mais perplexa: como o locutor sabia qual a causa do acidente, se esta só é conhecida depois da abertura da caixa preta do avião? Enquanto me fazia esta pergunta e angustiada desejava saber o que havia ocorrido, pensando no desespero dos passageiros e de suas famílias, o locutor, por algum motivo, mudou a locução: surgiram expressões como “parece que”, “pode ser que”, “quando se souber o que aconteceu”. E eu me disse: mas se é assim, como ele pôde dizer, há alguns segundos, que o governo cometeu o crime de assassinar 200 pessoas?

Mudei de canal. E a situação se repetia em todos os canais: primeiro, a afirmação peremptória de que se tratava de mais um episódio da crise do apagão aéreo; a seguir, que se tratava de mais uma calamidade produzida pelo governo Lula; em seguida, que não se sabia se a causa do acidente havia sido a pista molhada ou uma falha do avião. Pessoas eram entrevistadas para dizer (of course) o que sentiam. Autoridades de todo tipo eram trazidas à tela para explicar porque Lula era responsável pelo acidente. ETC.


Mas de todo o aparato espetacular de exploração da tragédia e de absoluto silêncio sobre a empresa aérea, que conta em seu passivo com mais de 10 acidentes entre 1996 e 2007 (incluindo o que matou o próprio dono da empresa!), o que me deixou paralisada foi o instante inicial do “noticiário”, quando vi a primeira imagem e ouvi a primeira fala, isto é, a presença da guerra civil e do golpe de Estado. A desaparição da imagem do incêndio e a mudança das falas nos dias seguintes não alteraram minha primeira impressão: a grande mídia foi montando, primeiro, um cenário de guerra e, depois, de golpe de Estado. E, em certos casos, a atitude chega ao ridículo, estabelecendo relações entre o acidente da TAM, o governo Lula, Marx, Lênin e Stálin, mais o Muro de Berlim!!!


Mas acho que vale a pena lembrar o essencial: desde o governo FHC, há o projeto de privatizar a INFRAERO e o acidente da GOL, mais a atitude compreensível de auto-proteção assumida pelos controladores aéreos foi o estopim para iniciar uma campanha focalizando a incompetência governamental, de maneira a transformar numa verdade de fato e de direito a necessidade da privatização. É disso que se trata no plano dos interesses econômicos.


No plano político, a invenção da crise aérea simplesmente é mais um episódio do fato da mídia e certos setores oposicionistas não admitirem a legitimidade da reeleição de Lula, vista como ofensa pessoal à competência técnica e política da auto-denominada elite brasileira. É bom a gente não esquecer de uma afirmação paradigmática da mídia e desses setores oposicionistas no dia seguinte às eleições: “o povo votou contra a opinião pública”. Eu acho essa afirmação o mais perfeito auto-retrato da mídia brasileira!


Do ponto de vista da operação midiática propriamente dita, é interessante observar que a mídia:


a) não dá às greves dos funcionários do INSS a mesma relevância que recebem as ações dos controladores aéreos, embora os efeitos sobre as vidas humanas sejam muito mais graves no primeiro caso do que no segundo. Mas pobre trabalhador nasceu para sofrer e morrer, não é? Já a classe média e a elite… bem, é diferente, não? A dedicação quase religiosa da mídia com os atrasos de aviões chega a ser comovente…


b) noticiou o acidente da TAM dando explicações como se fossem favas contadas sobre as causas do acontecimento antes que qualquer informação segura pudesse ser transmitida à população. Primeiro, atribuiu o acidente à pista de Congonhas e à Infraero; depois aos excessos da malha aérea, responsabilizando a ANAC; em seguida, depois de haver deixado bem marcada a responsabilidade do governo, levantou suspeitas sobre o piloto (novato, desconhecia o AIRBUS, errou na velocidade de pouso, etc.); passou como gato sobre brasas acerca da responsabilidade da TAM; fez afirmações sobre a extensão da pista principal de Congonhas como insuficiente, deixando de lado, por exemplo, que a de Santos Dumont e Pampulha são menos extensas;


c) estabeleceu ligações entre o acidente da GOL e o da TAM e de ambos com a posição dos controladores aéreos, da ANAC e da INFRAERO, levando a população a identificar fatos diferentes e sem ligação entre si, criando o sentimento de pânico, insegurança, cólera e indignação contra o governo Lula. Esses sentimentos foram aumentados com a foto de Marco Aurélio Garcia e a repetição descontextualizada de frases de Guido Mântega, Marta Suplicy e Lula;


d) definiu uma cronologia para a crise aérea dando-lhe um começo no acidente da GOL, quando se sabe que há mais de 15 anos o setor aéreo vem tendo problemas variados; em suma, produziu uma cronologia que faz coincidir os problemas do setor e o governo Lula;


e) vem deixando em silêncio a péssima atuação da TAM, que conta em seu passivo com mais de 10 acidentes, desde 1996, três deles ocorridos em Congonhas e um deles em Paris – e não dá para dizer que as condições áreas da França são inadequadas! A supervisão dos aparelhos é feita em menos de 15 minutos; defeitos são considerados sem gravidade e a decolagem autorizada, resultando em retornos quase imediatos ao ponto de partida; os pilotos voam mais tempo do que o recomendado; a rotatividade da mão de obra é intensa; a carga excede o peso permitido (consta que o AIRBUS acidentado estava com excesso de combustível por haver enchido os tanques acima do recomendado porque o combustível é mais barato em Porto Alegre!); etc.


f) não dá (e sobretudo não deu nos primeiros dias) nenhuma atenção ao fato de que Congonhas, entre 1986 e 1994, só fazia ponte-aérea e, sem mais essa nem aquela, desde 1995 passou a fazer até operações internacionais. Por que será? Que aconteceu a partir de 1995?


g) não dá (e sobretudo não deu nos primeiros dias) nenhuma atenção ao fato de que, desde os anos 1980, a exploração imobiliária (ou o eterno poder das construtoras) verticalizou gigantesca e criminosamente Moema, Indianópolis, Campo Belo e Jabaquara. Quando Erundina foi prefeita, lembro-me da grande quantidade de edifícios projetados para esses bairros e cuja construção foi proibida ou embargada, mas que subiram aos céus sem problema a partir de 1993. Por que? Qual a responsabilidade da Prefeitura e da Câmara Municipal?

2) Como a sra. avalia a reação do Governo Lula à atuação da mídia nesse episódio? (***)

Fraca e decepcionante, como no caso do mensalão. Demorou para se manifestar. Quando o fez, se colocou na defensiva.

O que teria sido politicamente eficaz e adequado?

Já na primeira hora, entrar em rede nacional de rádio e televisão e expor à população o ocorrido, as providências tomadas e a necessidade de aguardar informações seguras.


Todos os dias, no chamado “horário nobre”, entrar em rede nacional de rádio e televisão, expondo as ações do dia não só no tocante ao acidente, mas também com relação às questões aéreas nacionais, além de apresentar novos fatos e novas informações, desmentindo informações incorretas e alertando a população sobre isso.


Mobilizar os parlamentares e o PT para uma ação nacional de informação, esclarecimento e refutação imediata de notícias incorretas.


3) Em “Leituras da Crise”, a sra. discute a tentativa do impeachment do Presidente na chamada “crise do mensalão”. Há sra. vê sinais de uma nova tentativa de impeachment?


Sim. Como eu disse acima, a mídia e setores da oposição política ainda estão inconformados com a reeleição de Lula e farão durante o segundo mandato o que fizeram durante o primeiro, isto é, a tentativa contínua de um golpe de Estado. Tentaram desestabilizar o governo usando como arma as ações da Polícia Federal e do Ministério Público e, depois, com o caso Renan (aliás, o governador Requião foi o único que  teve a presença de espírito e a coragem política para indagar porque não houve uma CPI contra o presidente FHC, cuja história privada, durante a presidência, se assemelhou muito à de Renan Calheiros). Como nenhuma das duas tentativas funcionou, esperou-se que a “crise aérea” fizesse o serviço. Como isso não vai acontecer, vamos ver qual vai ser a próxima tentativa, pois isso vai ser assim durante quatro anos.


4) No fim de “Simulacro e Poder” a sra. diz: “… essa ideologia opera com a figura do especialista. Os meios de comunicação não só se alimentam dessa figura, mas não cessam de instituí-la como sujeito da comunicação …Ideologicamente … o poder da comunicação de massa não é igual ou semelhante ao da antiga ideologia burguesa, que realizava uma inculcação de valores e idéias. Dizendo-nos o que devemos pensar, sentir, falar e fazer, (a comunicação de massa) afirma que nada sabemos e seu poder se realiza como intimidação social e cultural… O que torna possível essa intimidação e a eficácia da operação dos especialistas … é … a presença cotidiana … em todas as esferas da nossa existência … essa capacidade é a competência suprema, a forma máxima de poder: o de criar realidade. Esse poder é ainda maior (igualando-se ao divino) quando, graças a instrumentos técnico-cientificos, essa realidade é virtual ou a virtualidade é real…” Qual a relação entre esse trecho de “Simulacro e Poder”  e o que se passa hoje?


Antes de me referir à questão do virtual, gostaria de enfatizar a figura do especialista competente, isto é, daquele é supostamente portador de um saber que os demais não possuem e que lhe dá o direito e o poder de mandar, comandar, impor suas idéias e valores e dirigir as consciências e ações dos demais. Como vivemos na chamada “sociedade do conhecimento”, isto é, uma sociedade na qual a ciência e a técnica se tornaram forças produtivas do capital e na qual a posse de conhecimentos ou de informações determina a quantidade e extensão de poder, o especialista tem um poder de intimidação social porque aparece como aquele que possui o conhecimento verdadeiro, enquanto os demais são ignorantes e incompetentes. Do ponto de vista da democracia, essa situação exige o trabalho incessante dos movimentos sociais e populares para afirmar sua competência social e política, reivindicar e defender direitos que assegurem sua validade como cidadãos e como seres humanos, que não podem ser invalidados pela ideologia da competência tecno-científica. E é essa suposta competência que aparece com toda força na produção do virtual.


Em “Simulacro e poder” me refiro ao virtual produzido pelos novos meios tecnológicos de informação e comunicação, que substituem o espaço e o tempo reais – isto é, da percepção, da vivência individual e coletiva, da geografia e da história – por um espaço e um tempo reduzidos a um única dimensão; o espaço virtual só possui a dimensão do “aqui” (não há o distante e o próximo, o invisível, a diferença) e o tempo virtual só possui a dimensão do “agora” (não há o antes e o depois, o passado e o futuro, o escoamento e o fluxo temporais). Ora, as experiências de espaço e tempo são determinantes de noções como identidade e alteridade, subjetividade e objetividade, causalidade, necessidade, liberdade, finalidade, acaso, contingência, desejo, virtude, vício, etc. Isso significa que as categorias de que dispomos para pensar o mundo deixam de ser operantes quando passamos para o plano do virtual e este substitui a realidade por algo outro, ou uma “realidade” outra, produzida exclusivamente por meios tecnológicos. Como se trata da produção de uma “realidade”, trata-se de um ato de criação, que outrora as religiões atribuíam ao divino e a filosofia atribuía à natureza. Os meios de informação e comunicação julgam ter tomado o lugar dos deuses e da natureza e por isso são onipotentes – ou melhor, acreditam-se onipotentes. Penso que a mídia absorve esse aspecto metafísico das novas tecnologias, o transforma em ideologia e se coloca a si mesma como poder criador de realidade: o mundo é o que está na tela da televisão, do computador ou do celular. A “crise aérea” a partir da encenação espetacularizada da tragédia do acidente do avião da TAM é um caso exemplar de criação de “realidade”.


Mas essa onipotência da mídia tem sido contestada socialmente, politicamente e artisticamente: o que se passa hoje no Iraque,  a revolta dos jovens franceses de origem africana e oriental, o fracasso do golpe contra Chavez, na Venezuela, a “crise do mensalão” e a “crise aérea”, no Brasil,  um livro como “O apanhador de pipas” ou um filme como “Filhos da Esperança” são bons exemplos da contestação dessa onipotência midiática fundada na tecnologia do virtual.

 

 

(*) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

(**) Não tem nada a ver com cólon. São os colonistas do PiG (*) que combatem na milícia para derrubar o presidente Lula. E assim se comportarão sempre que um presidente no Brasil, no mundo e na Galáxia tiver origem no trabalho e, não, no capital. O Mino Carta costuma dizer que o Brasil é o único lugar do mundo em que jornalista chama patrão de colega. É esse pessoal aí.

(***) As sugetões da professora Chauí poderiam ser consideradas na refundação do Ministério das Comunicações – clique aqui para ler: “Franklin: Dilma vai fazer na Comunicação o que fez na Energia”.

 

 

 

 


Comentários

  • [...] pela exibição no jornal nacional da prova irrefutável da incompetência do presidente Lula: bastava uma poça de chuva da altura de uma moeda de um real para provocar aquela tragédia. A Justiça brasileira bem que tentou proteger os “santinhos” do Legacy, que foram tratados com [...]

  • [...] se sabe, desde a famosíssima reportagem sobre a “moedinha” no aeroporto de Congonhas – clique aqui para ler sobre a fatídica moedinha – a Globo responsabiliza o presidente Lula pelas catástrofes que nos [...]

  • pois é, e ainda saiu do governo com mais de 80% de popularidade…..
    é o Brasil!
    http://pernadepautupa.wordpress.com

  • Odilon

    Um avião decolar com contra-jato sòmente de um lado?! Será que a tripulação, todos mortos, sabiam disso?! Será que teria havido uma sabotagem inconfessavel?! Oooooolhaaaa?!

  • Marcos Nikolai Nadezhda

    DIVULGUEM !!!!!!

    PHA x PIG Azedo

    Pessoal, vamos continuar votando no PHA E LULA todos os dias, pode-se dar 1 VOTO A CADA UMA HORA de
    intervalo.
    Coloquem esse link em SEUS FAVORITOS, ou nas PÁGINAS INICIAIS.
    http://www.whopopular.com/Paulo-Amorim Votem no PHA

    http://www.whopopular.com/Lula-da-Silva Votem no Lula

  • Mário SF Alves

    Zero,
    Você vale dez! Você ligou as pontas; foi isso mesmo. Correlacionado com o clima reinante descrito pela Professora, o top-top era, claro!, dirigido à PIGvataria.
    Marilena você vale mil! Não, 250 mil! Vale por um cablegate inteiro.
    Obrigado aos dois.

  • selma

    A liberdade de falar é de todos. De informar e determinar o curso que tem aquela informação, ERA DO PIG, o direito de defesa é de todos, mas no caso do povo é ilusão achar que aceita a defesa e, dependendo, se retrate. No caso do presidente lula é deveras problemático. Há mais mistério entre o céu e a terra do que pode imaginar nossa vã filosofia. Lula, enquanto cidadão, tem autonomia, Como presidente também, mas tem limites. Realmente, tem coisas que não podem, nem devem, ser faladas, pelo menos numa crise. Às vezes até piora. Dá munição pra tanto golpe. Os “especialistas da comunicação” se põem de plantão e qualquer frase que usem fora de contexto cria uma nova situação que os beneficia. Se antes já era complicado, depois do emaranhado que fica, é inviável esclarecer. Existem fatos históricos que só podemos entender, as vezes, depois de décadas. Vamos esperar, já obtivemos alguns esclarecimentos, no futuro quem sabe, saberemos com mais detalhes, muitas coisas.Alguém aqui ainda não esta convencido de que muita coisa funciona assim?
    Não resistimos a tentação de encontrar caminhos para a solução, mas será que podia ser aquele que apontamos? Ainda mais que não somos a vítima direta, estamos assistindo o ato, portanto noutra condição. Foi o episodio mais triste da vida do presidente lula. Deve ter razoes de sobra para assim considerar. Hoje, com os sujos, talvez a historia fosse outra.

    • Luis Márcio

      A sabedoria das palavras da professora Marilena Chauí me são como a luz vista pelo homem q saiu da “Caverna de Platão”.

    • manowar

      Realmente o caos aéreo é uma invenção. Basta ir nos aeroportos internacionais para averiguar. Estão pior que rodoviárias.
      Mas precisamos é de gente como você para tapar o sol com a peneira.

  • I.F.Neto

    Em São Paulo, onde caso semelhante aconteceu, a onda de violência terminou depois que representantes do governo falaram com o “Marcola” na cadeia… No caso do Rio, não creio que o govero local queira negociar com os criminosos não… Tem que enfrentar mesmo, pra acabar com essa chaga social que é o vício de entorpecentes, que alimenta uma máquina criminosa milionária.

  • monge scéptico

    caos aéreo só existiu, no côco dos golpistas e, na ganância
    das empresas, vendendo até assentos em manutenção.
    daí. os quadrip………………….

  • Luiz henrique

    É isso ai, fessora!

  • Lúcia

    Professora Chauí, é muiuiuiuiuito bom “ouvi-la” nesse espaço. Diferentemente do Pig, a blogosfera tem espaço para suas análises lúcidas e necessárias.

  • ja esqueceram que o avião pousou na parte da manhã com a pista totalmente alagada e não aconteceu nada

  • zero

    Quando se comprovou pelas imagens do aeroporto que o avião estava avariado, com velocidade descontrolada, apareceu em uma janela, dois personagens, fazendo gesto de … ” top top “.

    Aquele gesto infeliz foi de desabafo contra a imprensa noticiosa e as acusações instantâneas da oposição contra o Lula.
    Os caras nem sabiam que estavam sendo ” grampeados”, pois as imagens foram gravadas às escondidas, na calada da noite, detrás de alguma moita distante…
    Porém, mostraram cansativamente tais imagens, como se tivessem sido dirigidas às vítimas do acidente, ou aos familiares … provocando o ódio aos culpados.

    Ah, imprensa safada, bando de corruptos e mentirosos.
    Seus dias serão abreviados, queira a Dilma.

    ( infelizmente esqueci os nomes )

  • maria

    Em todos os aeroportos do mundo há atrasos em voos.

  • Thiago

    Ninguém está dizendo aqui, que o governo Lula foi uma perfeição só.

    Nenhum governo será nem a Dilma ( ih, será que a moderação vai deixar passar?rsrsrs).

    Eu mesmo critico algumas opções de Lula como a indicação e a manutenção do atual presidente do BC na sua gestão e a polírica externa.

    Mas os avanços que ele fez foi muitos maiores que seus erros.

    Sabendo disso, o PIG queria enfraquecer o Lula nos olhos do povo de qualquer jeito.

    Aí passaram o culpar por tudo.

    Tudo mesmo.

    Só faltou dizer que se um bebê fez as suas necessidades na fralda em vez do banheiro era cuklpa do Lula também.

    Isso é ou não é extrapolar, Moreira?

  • carlos roberto

    Com relação ao apagão aereo:apagão de energia eletrica fhc,se o pobre consumisse era multado .Caos aereo LULA todos incrusive os pobres recentemente elevados para classe media continuaram a voar, crise mundial continuamos a consumir .a onde teve apagão mesmo?acho que foi no pig

  • Jbmartins

    O Pig ja arrumou um pauta para finalizar o Governmo Lula, mais as coisas caminham para o bem, em uma volta hoje cedo pelo centro de floripa, percebi que o pessoal esta usando o controle, muitas Tvs de Barbearia, lanchonetes sitonizadas nas Record, SBT, será que descobriram que a bolinha foi por conta da Globo.

  • Lenir Vicente

    Olha Paulinho , eu acho que o abestado do Kamel mandou o amestrado do Bocardi pra Nova York mais prá segurança do moço.Depois do papelão que ele fez, que segurança ele teria no trabalho?Quem é que ia se fiar na conversa de um jornalistar que não sabe sequer apurar úma notícia importante como aquela do desaste da TAN, um mau repórter?Lá em ” Nevi Iorque” ele não precisa inventar verdades.Elas já vem prontas é só copiar e enviar via internet. Por falar em mau, por onde anda o Bonner” é só usar o controle remoto”? Esse sumiço dele já tá me dando frisson.

  • Leon Brancaleone

    Concordo com Marilena Chauí no que diz respeito a firmeza de atitudes do Gov. Lula: deixou a desejar em muitos momentos.
    Acredito que nem ele mesmo soubesse da força que tinha com a maioria da população, apesar da “opnião pública”.

  • Moreira

    Ninguem viaja de aviao aki não, vai no aeroporto maioria dos voos nunca sai na hora…………. depois dizem que é só a globo e o PIG que são sensacionalista………… se alguem acha que temos aeroportos estruturados me fala que quero conhecer,,,,,,,,,,,,,

  • emerson57

    para ficar no “caos aéreo”:

    quando (que desgraça!) caiu o avião frances no atlântico,
    em quem o pig pos a culpa?
    no lula.
    no lulão, primeiro e único!!!!!!!!!!!

    o presidente da frança, da FRANÇA, a FRANÇA!!!!!!!!!
    (isso que é presidente, isso que é pais desenvolvido e cuilto),
    estava no aeroporto confortando as famílias das vítimas.

    e o lulão?
    segundo a “mirdia” golpista, passeando.
    deveria sair a nado para o meio do atlântico para, ao menos, tentar salvar alguem.

    ainda bem que pha não nos deixa esquecer das manipulações do pig.
    a campanha presidencial para 2014 já começou no pig.
    há que se fazer o contraponto aqui, na blogosfera.

  • Osvaldo Alencar

    Sempre a Globo !

    Por isso continuo com minha campanha, falando do porta-voz da Globo ao incitar os desinformados todos as noites com cinismo indisfarçável:

    Cala a Boca, Bonner !

  • Dalise

    Que texto, heim? Longo, mas adorável de se ler. Precisamos muito dos “”blogueiros progressistas”" (me recuso a usar a referência do Serra). Eles darão importante suporte à Dilma. Caso contrário, a chuva que alaga São Paulo levará o Bispo de Guarulhos a apontar o dedo em riste, para o lado da Dilma.
    Ele anda num silêncio duvidoso. É assim em “”opus dei”"?

  • Cesar

    Desculpe, digo, PRESIDENTA DILMA.

  • monge scéptico

    Opiniões interessantes!!

  • Marco ACT

    O último episódio do caos aéreo ocorreu durante a campanha do 2º turno, quando uma bolinha de papel invadiu o espaço aéreo da cabeça do jênio

  • Ulisses Barbosa

    Vários governos passaram pelo Rio e ninguém teve coragem de peitar o trafico, sempre existiu uma política de faz de conta, ou não meche comigo que não mecho com você. O Governador Sergio Cabral esta fazendo alguma coisa concreta para acabar com a violência. Inclusive com a utilização das forças armadas, provando que não tem medo de ser rotulado por causar má impressão lá fora. É um exemplo que devia ser seguindo por todo Brasil, não da pra admitir que traficantes continuem aliciando nossos filhos e que inocentes paguem a conta. Perdemos milhares de dólares porque nosso potencial turístico é manchado pela incapacidade do estado de enfrentar a violência. Não importa que a imprensa golpista fale, a verdade é que a grande maioria da sociedade carioca apoia essa iniciativa do Governador.

  • monge scéptico

    Como é que tendo um número “N” de assentos, eu vendo o mesmo número? Não seria racional deixar um número em re-
    -serva? E se vendo mais do que tenho, com o olho grando na demanda?. Isso dá como resultado um certo congestionamen-
    -to e não um caos. Onde o governo entra? Sem se descuidar
    da infraestrutura geral e, particularmente a aeroportuária, ñ
    entra em lugar algum. Para atender a demanda, há que haver
    mais assentos, o que é um problema das empresas, que são
    particulares. O governo fiscaliza com rigor e só.

  • Christiane

    Ah, Marilena, bem lembrado Allende e La Moneda! A midia estava à frente do golpe chileno “El Mercurio”.

    Essa historia de responsabilizar Lula me chocou pois estava visitando minha familia em SP e me lembro que em tudo o que ouvia era “Lula responsavel”. Me indignava tal atribuiçao.

    Para terminar, tudo o que acontece é “culpa do Lula”… Inclusive o Ze mentiroso que num debate disse que Metrô é responsabilidade do Governo Federal! Ah se eu estivesse na plateia esse dia! Gritaria um bonito “MENTIROSO” e emendaria com “O METRO DE SP E RESPONSABILIDADE DO GOV DE SP!”

    PHA, obrigada pela publicaçao dessa entrevista, Chaui é sempre maravilhosa e nos faz pensar!

  • E, a Escola Base – Jabaquara – São Paulo. Todos vocês, jornalistas, são assim mesmo: vocês adoram “dar-o-furo”; pouco importa a consequência!

  • roberto

    E o caos da ssegurança publica?? Ainda com medo de militares?? Sao eles os unicos capazes de resolver essa situaçao! Acorda LULA, Acorda Dilma- manutençao da ordem faz parte do texto constitucional!!!

  • Nana

    PHA, que tal escrever um livro sobre a relação do PIG com o governo Lula?

  • Mario Celso

    O caos aéreo, o caos portuario, o caos rodoviario enfim todo o caos do transporte brasileiro, era algo que qualquer presidente de coragem teria que enfrentar, pois tinhamos uma estagnação economica recheada de desemprego, e por causa disso uma verdadeira tranquilidade nos aeroportos, portos e rodovias.
    Promover o crescimento economico seria expor toda essa fragilidade, pois se sabiam que milhões de pessoas que até então não podiam viajar por falta de recursos se lançariam nas estradas em busca do lazer á tanto tempo refreado.
    Lula teve coragem de dizer: é melhor que as pessoas reclamem por enquanto das estradas esburacadas e dos aeroportos lotados do que da impossibilidade de financeira de viajar.
    E assim promoveu-se o crescimento e o consequente aumento da arrecadação que já permite as reformas nescessarias em nossos meios de transporte, numa logica clara de que primeiro épreciso promover o crescimento economico e depois já de posse de dinheiro ai sim promover as infraestruturas nescessarias e sem um endividamento irresponsavel.

  • Artur

    Isso é o PIG no estado puro, um motivo claro para a Ley de Medios

    A propósito, Marilena Chauí para o Ministério da Cultura!

  • S não colocarmos os pingos nos is todos esses fatos degradantes da mídia brasileira voltaram a se repetir.
    Como a Dilma não é Lula(com todo o respeito presidente,the best)temos que agir logo senão o PIG pode acabar com a nossa jovem democracia).Acessem: http://bernardoalerta.blogspot.com/2010/08/imprensa-volte-informara-verdade.html

  • PHA

    não deveríamos nos escandalizar com o “caos” áereo e suas bombásticas repercussões que o PIG tratou de fazer.

    alías, é tb responsabilidade de LULA, conforme o facistóide de SC, (o PIG sulista) pelo acidente nas estradas Federais não é? Então “tudo dantes no país de Abrantes”.

    Contudo, “os cães ladram e a caravana passa”, esses que têm insistido em “criminalizar” governos populares , aqui e alhures, mais cedo, ou mais tarde ( prefiro o primeiro caso) ver-se-ão tragados pelo mesmo veneno que buscam inocular nas mentes e corações.

    Fiquemos de alerta, pois, o poder emana do povo, não devemos nunca nos esqueçer disto.

  • Thiago

    É verdade, PHA que foi e nesse caso que o PIG iniciu a sua direita contra o governo Lula com mais intensidade. Mas ainda acho que a maior tentativa de derrubar oLula, eles fizeram na época do mensalão.

  • Antonio

    E tem mais: os raios (milagre !) não acertaram mais os aparelhos que orientam os pousos por instrumentos e os curto circuitos (milagre ! milagre!) não aconteceram mais nas centrais de computadores.

  • Antonio Passos

    Poucos minutos depois daquele terrível acidente, eu vi um especialista dizer em português claro, na própria Tv Globo, a seguinte frase: “alguma coisa fora do normal parece ter ocorrido, o avião chegou ao final da pista numa velocidade muito acima do normal”. Pois bem, depois da condenação sumária pela mídia durante meses, ficou esclarecido que o infeliz piloto tentou parar o avião “acelerando”. E como a imprensa jamais explicou isto claramente, até hoje muitos acreditam ainda que a culpa foi do governo. Esta é a nossa mídia.

    • O acelerador do avião grande é um manete que, para frente, acelera, para trás, desacelera. Corre dentro de uma calha, só pode ir para a frente ou para trás.

      Se estava avançado, depois do desastre, deve ter sido algum objeto ou algum corpo que se chocou com a alavanca, ou então estava travado,defeituoso, desde a aproximação da pista; é inadmissível que um piloto, mesmo com mínima experiência, confunda movimentos tão simples.

      Outra hipótese para as alavancas: pode ter havido uma tentativa de arremeter ao ver o piloto que o avião não diminuia sua velocidade.

      De aviões, sou apenas passageiro, fique claro.

      Em tudo isso, duas verdades: mortos não se defendem; a corda sempre rebenta do lado mais fraco.

    • Damião

      É acusar alguém de criminoso sem ter a prova concreta da tragédia. A imprensa precisará da Ley de Medios para estabelecer o marco regulatório das notícias.

  • leonardo-pe

    chamaram o lula de safado,assassino,irresponsável nesse acidente.3 anos depois,o Lula sai muito bem e quem o chamou dessa forma,está prestes a morrer.alguns já morreram politicamente falando como o cesar maia!outros estão a caminho!

  • zero

    O Modus Operandi dos pigs a serviço tucano não mudou e nem deixou a desejar. Seu trabalho foi esmerado, polido a ponto de desprender clarões. O que, em outras palavras, custa muito caro.
    “Assim, era imprescindível que o cucamole ganhasse estas eleições, tal e qual o xuxu, para poderem quitar as dívidas”

    Por isto criaram para o Lula problemas de toda ordem, tentaram desacreditá-lo em tudo e culpá-lo por tudo, pois, aos olhos deles (pigs) tudo era mal.

    O episódio do acidente em Congonhas foi mais proeminente porque foi em tempo real.
    Os familiares desesperados, aguardando qualquer notícia e os caras culpando o Lula, ainda com imagens do incêndio no fundo.

    Impressionante. Se houvesse tamanho empenho em prol do país, o Lula teria vida eterna na presidencia.

  • Guará

    É preciso não esquecer que naquela ocasião do desastre, quando o avião ainda ardia, Serra e seus capangas, pisando por cima dos cadáveres, aparecia na cena do acidente, em rede nacional na globo, tentando relacionar o acidente ao governo federal, só faltou dizer que foi o Lula culpado por tudo. Congonhas sempre foi abandonado pelos governos anteriores, Lula reformou-o juntamente com outros 19 aeroportos no país e ainda ficou como o culpado pelos PIGs. Foi um golpe podre e sujo que tentaram imputar a presidencia da república, sorte que o povo não é mais bôbo como era. São uma cambada de bandidos querendo fazer a cabeça de uns idiotas e pelo jeito do andar da carruagem farão o mesmo com a Dilma, podem esperar o mesmo tratamento ordinário dos PIGs.

  • Nádia

    Se assim fosse, teria ocorrido uma série de acidentes na mesma condição. Nos subestimaram demais…

  • Washington

    Ninguém deve minimizar este acontecimento. Dizer que cheira a mofo, etc., equivale a fechar os olhos para coisa de tamanha gravidade. E só porque no momento estas forças do mal parecem calmas, não significa que não possam recrudescer a qualquer momento.

  • Lourival Filho

    PHA eu TAMbem acho que foi o pior momento do governo Lula.

    Mas teve TAMbem vários outros momentos. como por exemplo, quando o PIG queria eliminar os possíveis sucessores do Lula.

    Graças a Deus nesse caso da Tam, o presidente Lula, como ficou provado TAMbem não teve culpa.

    E vamos TAMbem continuar votando no nosso PHA.

    Pode votar de 1 em 1 hora.

    clica em +1vote. http://www.whopopular.com/Luis-Nassif

  • RicardoJ.

    Fizeram mesmo uma salada de argumentos desencontrados. Tentaram chamar todas ocorrências aeroportuárias, normais nas operações com neblina, chuva, cancelamento de vôo, de apagão aéreo… Situações que acontecem constamente na aviação mundial… Quem nunca viu os aeroportos nos USA, em paises da Europa, tumultuados por causas adversas, principalmente. causas climáticas? E tentar relacionar o desastre da TAM com o da Gol… Quando existiu um descumprimento do plano de vôo pelo Legace, com tripulação americana, que transitava na aerovia de contramão, com transponder desligado… Gente, “Bolinha de Papel” no “PIG”!

  • Tomaz Rui

    O mais impressionante é que se ficou provado que foi falha humana no acidente do avião da TAM.
    (Há uma remota chance, do tipo 1 em 50 milhões, de ter sido falha mecânica). Se o pouso fosse em tarde ensolarada e Congonhas tivesse 3 km de pista o acidente teria acontecido da mesma forma.

  • Victor LG

    Falando em derrubar, o promotor eleitoral maurício antônio ribeiro lopes(em minusc. msm.) quer cassar o Tiririca por achar que o mesmo é analfabeto funcional.

    Quem será que esta por trás desse promotor?

  • Paulo Villas

    A Globo está praticando seu esporte predileto, malhar o Rio.

  • Cicero

    A própria Marilena Chaui ao apoiar o Governo Lula foi deixada de lado pelo PIG. Mas, o artigo acima reproduz com todo o brilhantismo a verdade real porque passa a governabilidade do BRASIL que defende os interesses de seu povo. Inobstante, Lula angariou a simpatia e confiança de 82% dos brasileiros. Imagine se o PIG fosse uma imprensa séria. Se assim fosse Lula teria, pelo menos, 99% de apoio dos brasileiros.

  • yacov

    OS PIG’s Não querem que o BRASIL se desenvolva… Eles querem que o BRASIL se mantenha como um grande empório de comoditties baratas para os irmãos ricos brancos de olhos azuis do Norte.

    Por eles o povo brasileiro pode morrer à míngua que é até melhor, afinal, eles odeiam os pobres fedidos, e se acham os donos-da-verdade, a massa-cheirosa…

    Até quando seremos obrigados a suportar esta situação???? Até quando nossos governos e governantes vão alimentar estas Cascavéis???? Até que o seu veneno nos intoxique de tal forma, instaurando a cizânia na sociedade e nos colocando, a todos, uns contra os outros????? LEI DE MIDIAS JÀ!!!!

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na gLOBo – O que passa na gLoBo é um braZil para TOLOS”

  • PH,

    Gostaria de não lembrar de tudo isto, foi horrível! Mas a conclusão de que Lula era o Piloto do Avião me tranquilizou!

  • Carlos

    Sei que não tem haver com o tema do post, mas acabei de ler no IG “Palocci aceita convite de Dilma para casa civil”. Isso é sério??????
    Caro PHA, traga luz à minha mente confusa: isso é bom?????

    • yacov

      Eu não gostei nem um pouquinho… Aliás, além de vazar o sigilo bancário de FRancenildos, o Malocci tem o péssimo hábito de furar filas em aeroportos, como se estivesse acima dos réles mortais… A Dilma que fique muito esperta com este mala. Ele é um Tucano disfarçado de estrêla.

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na gLoBo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS”

  • Regina

    Lula tbém é responsável pelo acidentes em rodovias(deixou o povaõ comprar carros,absurdo),por gerar empregos ,por viajar,etc…O lula é responsável pelos blogueiros sujos…pela eleiçaõ do Protógenes e pela crise das Coréias…Foi Lula que criou Nordestino,pobre e morador de rua…Foi o Lula que deixou os equipamentos nos hospitais sem uso…È o Lula o responsável pelo enfrentamento no Rio…Vamos começar o bye-bye Pig? Deu taõ certo com o outro.

  • Marcílio

    “uma reportagem pseudo-científica do jornal nacional.”

    hoje, foi o pai do coronel nascimento que cientificou os casos no Rio. Esta armada mais uma espetacularização midiatica

  • Gilmar Bueno

    Leal aqui em Santos (BNH) há uns 15 dias,mataram um chefe/trafica (21 anos) e como retaliação (bandidinhos),puseram fogo em dois ônibus.Deu no JN???
    Outra há uns 6 anos uma alta/patente/Delegado aqui na Baixada/Santista deu um tiro no peito e não satisfeito (sic) como não tinha morrido (sic),deu outro tiro debaixo do queixo com um PT.40.Em seguida o mandão dos Delegas aqui da Baixada foi aposentado.Deu no JN???Porque nunca vi questionamento no JN,quando da prisão do 2º Homem do mundo mais procurado/FBI o tal Abadia,vivinha tranquilamente como vizinho de outro/Delegado,desta vez em Sampa (Denarc)???

  • Lazarus

    Meu mundo (minha percepção dele) torna-se gradualmente menos violento, menos assustador, na medida em que corto de meu cotidiano a presença do PiG.
    Sem público, os fomentadores de medos, crises e golpes vão falar para quem? Só para alguns empedernidos conservadores. Só que sem o financiamento proporcionado por nossa audiência, pelas nossas assinaturas.
    Deixemo-los gritando no deserto, na miséria ética em que rastejam e se refestelam. Eles são porta-vozes de uma elite que cheira a mofo, e cada vez mais pessoas se dão conta disso.
    Há muita gente vivendo melhor hoje do que há alguns anos. Isso é motivo para satisfação, para um bem estar coletivo que eu quero usufruir com alegria, sem as paranóias plantadas pelo PiG.

  • Geraldo R

    Poucos dias após o acidente da TAM, no Observatório da Imprensa da Cultura, a Eliane Cantanhede disse:
    Não importam os detalhes, no geral, o culpado é o governo federal. (se não foram estas palavras exatas, este foi o sentido exato)
    Mas a maior sacanagem foi feita com os familiares das vítimas do acidente da Gol: ao imputar o Governo, os maiores culpados foram blindados e hoje voam felizes no céu norteamericano. A mesma “jornalista”, num especial do Canal Discovery sobre o acidente, disse que acreditava muito na
    sinceridade dos pilotos americanos.

    • Alex Mendes

      O Brasil já tem seu marechal Pétain (aquele que fez acordo com Hitler)… de saias!

      A Cantanhede nesse documenlário (ôpa, ato falho com hilário)do Discovery é pura beija-botas de americanos. Comporta-se o tempo todo como advogada de defesa dos pilotos americanos.

      Desde a era Bush Jr. o Discovery e o Nat Geo decairam muito. Estão virando lixo… Só sobra a BBC!

  • Alex Mendes

    Para completar a situação: O Brasil melhorou demais com Lula, as pessoas estão ganhando mais dinheiro e podendo viajar mais.

    O tráfego aéreo cresceu mais de 25% nesse ano e ninguém poderia prever isso, ainda mais que a PiG vinha falando em crise global gigantesca e que o Brasil afundaria. E algumas empresas caíram nessa.

    Ainda, como eu disse noutro comentário, muitas das empresas aéreas vêm abusando dos consumidores sem manteer aviões reserva e praticando “overbooking” desleal. Em vez da PiG criticar essas empresas, critica o governo.

    É lógico, a PiG recebe passagens e grana dessas empresas!

    É podridão total da PiG!

  • Eduardo Coutinho

    PHA. No valor de hoje, sessao de cartas(A17) tem roupa suja sendo lavada. Eduardo Jorge respondendo a artigo de Alberto Carlos, e esse rebatendo…eles estao desesperados…Na sessao de cartas de um jornal, que final de vida

  • Amigos, caos aéreo, chama-se empresas aéreas. Veremos isso ao longo de 2011 e do inicio da temporada 2010/2011.

  • maria lucia

    A Marilena Chauí teve o mesmo choque que eu. Lembro que eu liguei a tv, fiquei zapeando e não sei em qual canal, mas o jornalista, inesquecível, aparecia o nome embaixo: Carlos Chaga, chamando o Lula de assassino. Fiquei perplexa, nunca mais vou esquecer a cara desse homem. Nunca mais o vi, não sei mesmo qual era o canal, assisto tv cada vez menos, não confio na mídia tradicional.

  • Claudio

    Meu caro PHA, isso do caos aéreo e fichinha para o que estão tramando, preste atenção e saque as sua conclusões.

    O PIG esta reportando com os acontecimentos lamentáveis de Rio de Janeiro uma verdadeira guerra no Iraq ou no Afeganistão.
    Eu particularmente acho que nessa bagunça toda tem dedo azul e amarelo.Eles so estão observando e desfrutando, quanto pior melhor, tem milícia amiga que pode tirar umas biribinhas e sai maluco atirando para tudo quanto e lado provocando um efeito domino.Isso me lembra a historia do Tarado do Ácido que atacava mulheres, foi so a mídia fazer seu show que os malucos aparecem aos montes.

    A situação no Rio deve ser combatida com pulso firme e se necessário regular a informação a imprensa. O PIG ja sabe onde os malandros ladrões de explosivos vão utilizar as bombas,e so revisar o publicado, ou tem informação privilegiada ou eles fazem parte da bagunça.

    Quanto pior melhor ate a data da pose, quem sabe eles pedem um Terceiro Turno.. Estou com a pulga dentro da orelha. Os acontecimentos no Rio não são de graça. tem dedo ali…

  • Reinaldo B

    PH, essa seguramente foi uma das coisas mais nojentas que eu vi. Criaram uma CPI, usando o drama de tantas pessoas. Lá estavam o PSOL de Heloisa Helena, o DEM de Jose Agrepino, o PSDB de Athur Virgilio, o PV agora de Marina Silva, todos tentando acabar com o governo Lula. Só que a resposta veio agora, exatamente no dia 31 de outubro. Ou seja, não se faz politica tentando dar o golpe…..

  • Antonio Carlos Silva - RJ

    A Marilena Chaui vale pelo Palloci, Mercadante e Eduardo Cardozo juntos .
    A Presidenta Dilma podia unificar os ministérios destes destes três e colocar apenas a Chaui a frente .

  • Sou favorável à privatização dos aeroportos. A começar pelos do Acre, no Norte, e o de Dom Pedrito, no Sul. Com todo respeito, é claro.

  • Eason Nascimento

    O acidente com o avião da TAM tornou-se mais dramático, pois a mídia possuia imagens do desastre e podia usá-las, como usou, tentando convencer a população que o governo era incompetente. Por pouco a coisa não degringola para o Palácio do Planalto. Tempos depois, ao sair o laudo pericial sobre, quase nenhuma repercussão. O resultado não interessava à mídia. Hoje, ela ainda mostra suas garras e por isso, não deve ser menosprezada mas combatida com veemência. A mídia é inimiga feroz do governo e como inimiga deve ser tratada.
    http://easonfn.wordpress.com

  • leonardo-pe

    na verdade,só mudou o assunto.agora é essa comoção dos jornalistas q ao inves de noticiarem os fatos ocorridos no rio,torcem pra q o trafico ganhe da policia.eu nunca vi uma torcida para q se destrua uma cidade como essa.os caras do PIG estão torcendo pro Rio se Ferrar mesmo.é estranhissimo esse comportamento.e não sou carioca!

    • Toninho Leal

      Mentira. Falar de fora é facil..vem pra cá.

    • Josimar

      O ex-prefeito TOLERÂNCIA ZERO de Nova York enfrentou este quadro de violência social gerada pelas drogas e acabou com ela. A cidade naquela época estava pior que o Rio e não foi resocializada? Então o Rio também tem que achar a saída dessa verdadeira ” guerra civil ” gerada pelo tráfego.

Deixe seu comentário...

"O Conversa Afiada não publica comentários ofensivos, que utilizem expressões de baixo calão ou preconceituosas, nem textos escritos exclusivamente em letras maiúsculas ou que excedam 15 linhas."

  •