PIG

Você está aqui: Página Inicial / PIG / 2012 / 09 / 21 / Sucessora de Kamel fecha o cerco à Dilma

Sucessora de Kamel fecha o cerco à Dilma

Faria é uma homenagem ao estilo Globo de cobrir governos trabalhistas
publicado 21/09/2012
Comments

Saiu na Folha (*):

Silvia Faria substitui Ali Kamel como nova diretora de jornalismo da Globo



A TV Globo anunciou nesta sexta-feira (21) Silvia Faria como nova diretora da CCJ (Central Globo de Jornalismo). Ela substitui Ali Kamel, que foi promovido a diretor-geral de jornalismo e esporte.

Silvia, que está na emissora há 11 anos e era diretora-executiva de jornalismo da CCJ, foi chefe de Redação e diretora de jornalismo de Brasília. Antes da Globo, ela passou pela revista "Época", pela Folha e pelos jornais "O Globo" e "O Estado de S. Paulo".

A chegada de Silvia Faria ao cargo faz parte da reestruturação anunciada pelas Organizações Globo na quarta (19).

Octávio Florisbal deixará o cargo de diretor-geral da emissora e, a partir de janeiro de 2013, passará a integrar o conselho administrativo do conglomerado.

Ele será substituído por Carlos Henrique Schroder, atual diretor-geral de jornalismo e esportes. Ali Kamel, diretor da Central Globo de Jornalismo, sucederá Schroder.

Navalha

A nomeação de Silvia Faria dispensa aprovação do Senado Federal.

No entanto, sua nomeação é mais importante do que a de Embaixador, Ministro de Estado e Ministro do STF.

Silvia Faria formou-se profissionalmente no "jornalismo" que se opera em Brasília.

Ela é uma especialista e um símbolo desse gênero.

A nomeação dela por Ali Kamel significa que o método que o jornal nacional tem utilizado para cobrir Brasília e os governos trabalhistas acaba de conquistar a medalha de ouro.

É uma Paralimpíada de um vencedor só.

Com Ali Kamel promovido - clique aqui para ler o que isso significa - e o deslocamento de Silvia Faria para o ponto central, estratégico, do "jornalismo" da Globo dão a entender que os filhos do Roberto Marinho - eles não têm nome próprio - vão pra cima.

Eles não perdoam a humilhação a que Dilma Rousseff submeteu Fernando Henrique Cardoso.

Agora, não tem conversa !

"O cerco da Globo está se fechando", disse um funcionário do Palácio do Planalto ao ansioso blogueiro, ao saber da promoção de Silvia Faria.

Clique aqui para ler "Dilma enfrente os bancos, mas não enfrenta o PiG".

 




Paulo Henrique Amorim


(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é,  porque o dono é o que é; nos anos militares, a  Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.