Economia

Você está aqui: Página Inicial / Economia / Ricardo Eletro é a primeira. Sem demanda, quebra tudo!

Ricardo Eletro é a primeira. Sem demanda, quebra tudo!

Bancos montaram UTI para evitar colapso. Um colosso!
publicado 22/04/2017
Comments
congresso.jpg

Receitas do Governo voltam a cair em março, informa Maeli Prado, na Fel-lha:

- a arrecadação da Receita Federal (que não cobra o que a Globo Overseas Investment BV deve - PHA) caiu 2,8% em março, segundo Consultoria de Orçamento da Câmara.

Cumprimento da meta pode (e vai - PHA) exigir mais cortes no futuro, diz diz Martha Beck, no Globo Overseas Investment BV:

- "para cumprir a meta, nos próximos anos o Governo (talvez) tenha (sic) de fazer novos cortes de despesas";

- "a dificuldade para fechar as contas também fez o Governo... aumentar a previsão de deficit de 2018 de R$ 79 bilhões para R$ 129 bilhões".

No mesmo Globo Overseas, Glauce Cavalcanti mostra que a "dívida da Ricardo Eletro já chega a 51% de seu patrimônio".

"A empresa (re)negocia reestruturação do débito com Itaúúú, Bradesco e Santander"

A Ricardo Eletro compete com a Magazine Luíza, Ponto Frio, Casa Bahia.

A Ricardo Eletro tem 800 lojas em 23 estados.

Ela quebrou porque não tem consumidor nas lojas, com a queda estrondosa da demanda.

Ela e muitas e muitas outras empresas quebradas se internaram na UTI que os maiores bancos montaram para evitar o calote em massa.

Não tem demanda.

Só os açougueiros do tal  neolibelismo fingem não saber que o problema não são os Gastos, mas a Receita, estúpido.

Eles sabem...

A Cegonhóloga também.

PHA