Economia

Você está aqui: Página Inicial / Economia / Construção civil vai acabar

Construção civil vai acabar

Quem não tiver casa que more na rua!
publicado 10/01/2017
Comments
NAO HAVERÁ.jpg

A indústria da construção civil é a quem mais emprega trabalhador de baixa qualificação.

Era.

Há um ditado francês que diz "quando a construção vai, tudo vai".

Quando a construção não vai, nada vai.

Nem com a ajuda da Cegonhóloga, para quem 2017 será um colosso!

Como diz o ansioso blogueiro, na sequência de uma pergunta que o Chico Pinheiro fez à douta colega: mas, para o pedreiro desempregado, o que interessa se a SELIC é meio ponto pra lá ou pra cá?

Mas, como demonstrou o PiG Cheiroso, se a Classe C não tem casa, que vá morar na rua!

Do jornal O Povo:

A indústria da construção civil fechou 58 mil postos de trabalho em todo o País no mês de novembro. Com isso, o total de pessoas empregadas no setor atingiu 2,582 milhões, queda de 2,20% em comparação com outubro, o que representa a 26ª baixa mensal consecutiva no nível de emprego nessa área. Os dados são da pesquisa divulgada nesta terça-feira, 10, pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE).

O levantamento também mostra que a quantidade de trabalhadores ativos na indústria da construção recuou 14,5% nos últimos 12 meses até novembro, o equivalente ao corte de 437 mil postos. Já no acumulado de 26 meses, mais de 990 mil trabalhadores perderam seus empregos.

(...)