Brasil

Você está aqui: Página Inicial / Brasil / Temer quer dar à BrOi dinheiro do povo

Temer quer dar à BrOi dinheiro do povo

BrOi, pré-sal, desmanche da Eletrobras - isso um dia acaba num "paredón"​
publicado 25/06/2016
Comments
bessinha(2).jpg

Amigo navegante chamou a atenção para notícia na Fel-lha, da sexta-feira (24/VI):

“Governo estuda mudar concessão para ajuda a Oi”

“Ideia seria transformar serviço de telefonia fixa em autorização, o que permitirá à tele vender seus bens”.

Tradução: gatunagem!

Outra gatunagem, como demonstraram Samuel Possebon e a Carta Capital dessa semana: detonar a BrOi para enriquecer os donos.

Por que é uma reles gatunagem?

A própria Fel-lha explica: numa concessão, como foi o caso da BrOi, os bens usados na prestação do serviço precisam ser devolvidos à União, ou seja, ao povo, que CONCEDEU o direito de explorar aquele serviço.

Na “autorização”, os bens pertencem à operadora, ou seja, aos acionistas que depredaram a empresa e o patrimônio da União, ou seja, depredaram o patrimônio do povo brasileiro!

O que o “governo” golpista quer fazer é bater a carteira do povo para enriquecer (mais) os ricos.

Tão simples quanto isso.

O que não resiste a uma ação na Justiça – ou a um “paredón”!

Novidade, amigo navegante?

Não!

São os mesmos golpistas que querem entregar o pré-sal à Chevron do Cerra.

E desmontar a Eletrobras, de Vargas, como a Petrobras,  para vender todas as subsidiárias pelo preço que o Padim Pade Cerra e o Príncipe da Privataria venderam a Vale do Rio Doce: a preço de banana.

O que também não resistirá a uma ação na Justiça – ou, cedo ou tarde, a um “paredón”.

PHA