Brasil

Você está aqui: Página Inicial / Brasil / 2014 / 01 / 13 / Campinas (12 mortes) e Maranhão (3). E o PiG ?

Campinas (12 mortes) e Maranhão (3). E o PiG ?

Qual a diferença entre a matança de Campinas e a de Pedrinhas ? O PSDB governa São Paulo e o PSB, Campinas !
publicado 13/01/2014
Comments

 

Saiu na Agência Brasil:

Dez ônibus são atacados após série de mortes em Campinas


Daniel Mello
Repórter da Agência Brasil

São Paulo – Três ônibus foram incendiados e sete depredados hoje (13) no Terminal Vida Nova, em Campinas, interior paulista. Segundo a Associação das Empresas de Transporte Urbano de Campinas, um grupo de 300 pessoas, muitos com rosto coberto, carregando paus e pedras, destruiu ainda duas cabines do terminal, que é administrado por uma empresa da prefeitura.

Após a ação, o terminal foi fechado e sete linhas deixaram de circular. As operações foram retomadas após as 15h30, quando a Polícia Militar garantiu a segurança para manutenção dos serviços, em reunião com a gerência da VB Transportes, empresa dona dos ônibus destruídos e responsável pelas linhas interrompidas.

O terminal depredado fica na região do Ouro Verde, periferia de Campinas, onde pelo menos 12 pessoas foram assassinadas na última madrugada. Segundo a Polícia Civil, os crimes ocorreram entre as 23h de ontem (12) e as 2h de hoje (13). A polícia investiga o caso, mas até agora não há informações sobre suspeitos.



Em tempo:
No Maranhão, no dia 2 de janeiro, dois presos foram encontrados mortos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. No dia seguinte, a PM fez ação para diminuir as mortes nos presídios, o que desencadeou a onda de violência em que ônibus foram incendiados após ordem vinda da prisão. Os ataques fizeram mais uma vítima, a garota Ana Clara, de 6 anos.

Navalha

Como se sabe, foi a Folha (*), que quer que o Brasil se exploda, que divulgou, com notável exclusividade, os vídeos com a degola no Presídio de Pedrinhas.

Clique aqui para ler sobre o Maranhão e o Amarildo .

Paulo Henrique Amorim

 

 

 

 


(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é,  porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

Conteúdo relacionado
Maranhão é o novo Amarildo