Brasil

Você está aqui: Página Inicial / Brasil / 2010 / 10 / 20 / Livro do Amaury: a PF vai dizer que é o Aécio ?

Livro do Amaury: a PF vai dizer que é o Aécio ?

Aécio Neves está para O Estado de Minas como José Serra para o PiG.
publicado 20/10/2010
Comments

 

 

O Conversa Afiada sabe que a Polícia Federal está indignada com a armação da Folha(*) de São Paulo: Folha entrevista advogada de EJ.

Não fosse o vazoduto,  do EJ, a Polícia Federal não divulgaria o resultado da sua investigação sobre o livro do Amaury antes da eleição.

A Polícia Federal, que morre de medo do PiG (**), e muitas vezes para ele trabalha, temia ser acusada de ajudar a candidatura da Dilma.

O que a Polícia Federal pretende fazer agora é convocar uma coletiva para hoje ou amanhã e desmentir a Folha (*).

A PF já sabe que são sólidos os vínculos de Amaury Jr. e sua investigação como um trabalho que desenvolvia no jornal O Estado de Minas.

A PF suspeita seriamente que por trás do livro do Amaury esteja o governador Aécio Neves ou alguém a ele umbilicalmente ligado.

Aécio Neves está para O Estado de Minas como José Serra para o PiG (**).

A suspeita da Polícia Federal é que a reportagem de Amaury serviria como "argumento" para convencer José Serra a realizar prévias para escolher o candidato tucano à Presidência da República.

A "reportagem" da Folha (*) seria o Golpe dentro do Golpe.

Clique aqui para ler no blog do Nassif.

Ou seja, botar o livro do Amaury nas costas da Dilma.

E não chegar à ligação de Amaury com o Estado de Minas e, provavelmente, com Aécio Neves.

Há mais verdades entre o céu e a terra do que imagina a vã filosofia da Folha (*).

As impressões digitais do livro do Amaury não são da Dilma.

O Conversa Afiada encaminha nesse momento ao Ministro da Justiça que, supostamente, manda no Luiz Fernando Corrêa da Polícia Federal, as seguintes perguntas:

o Amaury pagou para obter o sigilo fiscal ?

Quem pagou pelo Amaury ?

Foi O Estado de Minas ?

Quem encomendou ao Estado de Minas ?

Foi o Aécio ?

Cordialmente, este ordinário blogueiro, Paulo Henrique Amorim

 

Em tempo: o Conversa Afiada encaminhou este post para o assessor da Polícia Federal, Anderson Souza, telefone (61) 2024 8142 pelo email [email protected] que prometeu encaminhá-lo para o Luiz Fernando Corrêa, Diretor-Geral da Polícia Federal.

Este post também foi enviado para a assessora Cristina Abelha do Ministério da Justiça, telefone (61) 2025 3025, pelo email [email protected] que será encaminhado ao Ministro da Justiça, Luiz Paulo Teles Ferreira Barreto.

 

(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é,  porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

(**) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.