Política

Você está aqui: Página Inicial / Política / 2011 / 05 / 29 / Arrumaram ocupação para o Cerra. O que o Bessinha acha disso ?

Arrumaram ocupação para o Cerra. O que o Bessinha acha disso ?

Os tucanos arrumaram uma ocupação para o Padim Pade Cerra.
publicado 29/05/2011
Comments





Os tucanos arrumaram uma ocupação para o Padim Pade Cerra – veja na Folha (*), pág.  A12:

Cerra vai dirigir um instituto político.

O interessante é que os tucanos já têm um instituto “político”, que leva o nome de Teotônio Vilela (que morreria de vergonha dessa companhia ...)

Só que para a presidência do Teotônio Vilela vai o Tasso tenho jatinho porque posso, já que o Aécio Neves,  aquele do bafômetro, o colocou lá.

Para a presidência do partido dos tucanos fica o Sergio Guerra, porque o Aécio do bafômetro o colocou lá.

Ou seja, o Cerra perdeu todas.

Mas, ganhou um playmobil.

Um “instituto político”, que só existirá no PiG (**).

(Esses tucanos de São Paulo não passariam de Resende, não fosse o PiG (**).)

Essa questão põe em relevo uma pergunta que não abandona os amigos navegantes deste ansioso blog:

De que vive o Padim Pade Cerra ?

De onde ele retira o sustento da família ?

Da Engenharia ?

Da Economia ?

(Mas, ele não tem diploma de um nem do outro ...)

Do Magistério ?

Qual é o salário do Presidente do Instituto Político Padim Pade Cerra ?

Da empresa Decidir.com, cuja fundação em Miami (êpa ! êpa !, Miami ?) está aqui ?, e cujo capital cresceu mais rápido do que a empresa imobiliária do Tony Palocci?

Vocês já devem ter percebido o que o Bessinha acha dessa convenção dos tucanos.


Paulo Henrique Amorim


(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é,  porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

(**) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.