Brasil

Você está aqui: Página Inicial / Brasil / Brito: Moro, MP e PF só querem “pegar o Lula”

Brito: Moro, MP e PF só querem “pegar o Lula”

Todos se vergam diante do senhor que a mídia entronizou no poder supremo
publicado 27/01/2016
mil perdoes do moro

O Conversa Afiada reproduz artigo de Fernando Brito, extraído do Tijolaço:


Moro, MP e PF escancaram: só o que importa é “pegar o Lula”

O palerma que fica “batizando” as fases da Operação Lava Jato, desta vez, não teve muita inspiração: o máximo que conseguiu para disfarçar o nome de “Triplex do Lula” para “Triplo X”.

Tanto quanto o nome, o objetivo da operação é infame e  não engana ninguém: é tentar alcançar algo que possa servir para incriminar o ex-presidente Lula com tudo o que lhes restou: um suposto apartamento no Guarujá – esta verdadeira Côte D’Azur brasileira – sobre o qual não há nenhuma prova de que lhe pertença ou a seus familiares.

É inacreditável que o sistema jurídico brasileiro esteja assistindo a um grupo de policiais e promotores, sob a evidente ânsia de um juiz de primeira instância esteja ordenando prisões e buscas em todo  país atrás de tudo o que lhe possa servir de mote para seu obsessivo ideal: prender o ex-presidente da República.

Não se tem notícia de que o Brasil tenha voltado a ser um império, onde Sua Majestade Sérgio Moro seja o Senhor, os procuradores sua Corte e a PF seus pretorianos.

A covardia do Judiciário brasileiro – o mesmo que já estaria sinalizando que “não vai dar” para fazer nada com Eduardo Cunha, cujos extratos bancários no exterior, incontestados, são aceitos na base da “carne moída” do “usufrutário (sic) de trusts”- está evidente frente aos abusos que estão sendo cometidos.

Todos se vergam diante do ousado senhor que a mídia entronizou no poder supremo.

Lula pode e deve ser investigado.

Mas um ano – mais de um ano, 14 meses!- depois da prisão dos dirigentes da OAS “descobrirem” o que nunca esteve escondido, que ela é dona de diversos apartamentos no tal prédio do “Triplo X” e ordenarem uma pataquada para “apreender documentos” (se fosse o caso, haveria ainda algum?) que possam permitir ilações com Lula, ou para fazer algum funcionário, amedrontado, dizer “sim, senhor, ele não saída de lá”, francamente…

É pedir que este seja um país de tolos, embora já sejamos, de fato, um país sem direitos democráticos.

PS. A entrevista do sr. Carlos Fernando Santos Lima ao Estadão é um escárnio. Tudo é tão escandalosamente impreciso que ele diz que vão investigar “todos” os apartamentos dos prédios. “ Se houver apartamento lá que esteja em seu (de Lula ) nome ou negociado com alguém da sua família, como todos os outros (será investigado). Temos indicativos do uso desses apartamentos para lavagem de dinheiro.”. É o império da meganhagem.