Brasil

Você está aqui: Página Inicial / Brasil / 2014 / 04 / 02 / Barbosa, o Dirceu vai morrer na cadeia ?

Barbosa, o Dirceu vai morrer na cadeia ?

"Excesso de regalias" são as do Presidente do Supremo.
publicado 02/04/2014
Comments

Diz a Folha (*), aquela que inventou um telefonema do Dirceu,  na pág. A7, que "Presidente do STF ordena fim de regalias a presos no DF".

E que Barbosa quer que o Conselho Nacional de Justiça, que preside, reexamine a decisão de investigar o Juiz da Vara de Execuções Penais, que se deu "uma de Barbosa" e interrogou um Governador.

Navalha

Imagine, amigo navegante, se os tucanos em todos os seus mensalões fossem condenados pelo Supremo.

E que houvesse uma outra acusação contra os petistas e o Supremo decidisse, por 8 a 1, mandar o Dirceu para a Primeira Instância.

O que faria o PiG ?

O Ataulfo Merval (**) ?

Provavelmente chamaria a Frota dos Presidentes Kennnedy e Johnson para fechar o Supremo !

Clique aqui para ler "PiG envenenou Jango, como envenena a Dilma".

Pois, foi o que fizeram com o Dirceu e o Azeredo.

Dirceu não tinha privilégio de foro e foi trucidado no Supremo por ter domínio de fato sobre uma quadrilha inexistente e ter roubado dinheiro "público" de uma empresa privada.

Mas, desde o dia 15 de Novembro Dirceu está trancado na Papuda, embora tenha sido condenado ao semi-aberto.

O Ministro Lewandowski, na Presidência do Supremo, lhe concedeu o direito - LEGAL ! - de trabalhar.

Mas, Barbosa, de volta das férias, rasgou a decisão de Lewandowski.

Barbosa tem prazo para deixar Dirceu trabalhar ?

Não !

Há alguma obrigação legal que leve Barbosa a aplicar, desde já, e desde sempre, o tratamento de "semi aberto" a Dirceu ?

Não.

São essas as regalias do Presidente do Supremo.

João Paulo Cunha e Delúbio companheiros de cela de Dirceu, seráo transferidos para outras areas da Papua.

Dirceu vai ficar sozinho.

E Barbosa, do alto de suas "regalias", pode dizer que ele vai ficar onde está e já goza do "semi-aberto", porque trabalha na biblioteca da cadeia.

Barbosa pode tudo.

E ninguém fica indignado.

Barbosa realizou um trabalho perfeito.

Merece ser o Presidente Perpétuo do Innovare.

Barbosa interrompeu a carreira de três presidentes do PT e de um Presidente da Câmara.

Nem mil Ataulfos Mervais (**) combinados a 1001 Lacerdas seriam capazes de tanto.

Ele, Barbosa, sim, fez por merecer a máxima regalia: o silêncio, a omissão, a conivência.

 




Paulo Henrique Amorim


(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é,  porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

(**) Ataulfo de Paiva foi o mais medíocre – até certa altura – dos membros da Academia. A tal ponto que seu sucessor, o romancista José Lins do Rego quebrou a tradição e espinafrou o antecessor, no discurso de posse. Daí, Merval merecer aqui o epíteto honroso de “Ataulfo Merval de Paiva”, por seus notórios méritos jornalísticos,  estilísticos, e acadêmicos, em suma. Registre-se, em sua homenagem, que os filhos de Roberto Marinho perceberam isso e não o fizeram diretor de redação nem do Globo nem da TV Globo. Ofereceram-lhe à Academia.E ao Mino Carta, já que Merval é, provavelmente, o personagem principal de seu romance "O Brasil".